Lollapalooza: PM detém 11 pessoas e recupera 44 celulares em 3 dias de festival





Entre os presos, quatro eram procurados pela Justiça; festival contou com 2 mil policiais



A Polícia Militar prendeu 10 suspeitos e apreendeu um menor de idade durante o festival Lollapalooza, realizado entre sexta-feira (22) e domingo (24), no Autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo. O evento contou com cerca de 170 mil pessoas. Entre os detidos, quatro eram procurados pela Justiça e seis foram presos em flagrante.

Conforme o balanço, 82 cartões bancários que estavam sob posse do adolescente e pelo menos 44 celulares roubados ou furtados no festival foram recuperados e serão devolvidos às vítimas. Os procurados pela Justiça foram identificados com o uso de câmeras de reconhecimento facial. 

Segundo o major Eduardo Fernandes, do Grupo de Tecnologia da Informação da Secretaria da Segurança Pública (SSP), os quatro presos foram identificados por meio de uma tecnologia própria da Polícia Militar nas imediações do evento. Um deles era foragido pelo crime de roubo e não retornou no prazo estipulado em uma saída temporária. 

 As imagens foram transmitidas em tempo real para os órgãos policiais e, quando houve algum evento de interesse, alertas foram gerados para os policiais que realizaram as prisões.

O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) recebeu 263 chamados sobre furtos e roubos durante o Lollapalooza deste ano, 166 ocorrências a menos do que no ano passado, quando foram 429. Já em 2022, o 190 recebeu informações de 506 ocorrências. Aproximadamente 2 mil policiais militares e civis participaram da segurança no evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *